• Beatriz Endo

Ideias básicas da diagramação

Atualizado: Jun 27

No dia a dia nos deparamos com inúmeras propagandas, sejam elas em folhetos, sites, revistas e principalmente, redes sociais. Mas somente algumas vão realmente te chamar a atenção, seja pela ideia bem construída, o conteúdo, as cores combinando e os demais elementos que ajudam a compor o todo.


Mas você sabia que a organização ajuda a deter a atenção do público?


Cada espaço utilizado no design de um projeto é previamente pensado com base em um estudo, chamamos isso de diagramação. A diagramação consiste no ato de distribuir os textos, gráficos, imagens, setas, cores, e todos os elementos que compõem a peça, em um espaço de forma organizada.


Quando começamos a ler, o cérebro entende quais são os fatos que importam e sequência de leitura. Uma boa diagramação chama a atenção do público e ajuda o leitor no entendimento da peça, além de ser uma ferramenta para marcar a mente das pessoas.


É por isso que, no processo de diagramação, assim como todos os projetos de design, é necessário considerar e rever todo o briefing feito com o cliente, para assegurar que a peça final alcance os objetivos esperados.


Desse modo, também é importante conhecer alguns dos elementos que fazem parte de uma diagramação:


  • Áreas

As áreas ocupadas devem ser estudadas e planejadas. A maneira de distribuir as ideias pode gerar sensações como tensão, causado por uma assimetria, ou harmonia quando há um equilíbrio.


Ademais, não esqueça que os espaços em branco também fazem parte da composição, pois ajudam a tornar o layout mais agradável dando um respiro na peça. Ter um espaço determinado ajuda na distribuição dos elementos.


Eloísa Centro de Dança e Yoga


  • Imagens

Outro ponto são as imagens, que precisam ter relação com o conteúdo. Os desenhos que tem como princípio as figuras geométricas, traços, pontos, retas e curvas juntas ou separadas, são desenhos vetoriais, e formam várias imagens que vemos hoje, assim como também ajudam na composição da peça como um todo, oferecendo mais detalhes.


Açaí Supremo

  • Grid

A grade, em português é um conjunto de linhas/traços que fazemos para nos guiar, seja uma margem, a delimitação de colunas, módulos, a área do título, blocos de ideias e linhas para que os textos não se dispersem.

Todos eles não aparecem na arte final, mas é possível perceber de acordo com a distribuição dos elementos.


Existem várias técnicas de grid, como do “T”, “H,h”, “L” e muitas outras. Há também as opções de usar o centro ótico e geométrico, que possuem um destaque focal em certos pontos e a regra dos terços. Essas técnicas são algumas possibilidades disponíveis para a elaboração de um projeto.


Doritos


  • Hierarquia Visual

Não podemos esquecer da hierarquia visual, na qual os elementos mais importantes estão destacados, estando em um tamanho maior para chamar atenção, em bold, aparecendo primeiro ou posicionados em locais com maior focalidade. Como já foram citados no exemplos acima. Ademais, os conteúdos principais direcionam para as outras informações.


Jurassic Park

  • Escrita

Além disso, a parte escrita, deve ter um tamanho, alinhamento, quantidade de texto e uma tipografia para uma boa legibilidade. A parte escrita nos dá mais detalhes para entendermos melhor o objetivo apresentado.



Tessellate


  • Cores

Por fim, as cores precisam de maior cuidado, pois muitas vezes um elemento gráfico é capaz de chamar mais atenção do que o motivo principal da marca e existe também o risco do texto ficar ilegível, por causa da combinação do fundo com a cor da letra.


Uma boa dica é se atentar à identidade visual da marca, para se basear em cores similares e na escrita, aplicando-as.



Rocket Jr.



Saber o suporte que estará a diagramação e suas aplicações, além de ser um dos primeiros passos, irá ajudar para que se tenham várias ideias direcionadas de acordo com todos elementos citados, resultando em um projeto bonito e funcional.


Existem vários exemplos de diagramação, encontra-se em panfletos, folhetos, revistas, livros, ebooks, blogs, posts e os mais variados modelos. Pode não parecer, mas uma embalagem de produto também é diagramação!


Os livros são um ótimo exemplo de diagramação, como em Mulherzinhas de Louisa May Alcoot da editora Martin Claret. Cada início de um capítulo é marcado por um desenho de flores e galhos, a tipografia do título é diferente e ao lado da página há sempre uma ilustração.


Mulherzinhas


Temos também o ebook Superprotetores, uma pequena história para as crianças sobre quem trabalha em laboratórios e hospitais para combater o Coronavírus. Sua diagramação é feita com ilustrações de fundo, cores que se combinam e ideias muito bem organizadas em cada setor.


Super-protetores


A maneira como se irá diagramar depende de vários fatores como o conteúdo, a finalidade e o público. O mundo da diagramação muitas vezes pode parecer limitado, mas como vimos existem muitas combinações e estilos possíveis. E é possível chegar a vários resultados a partir de pré montagens, mudança de tipografia, cores, e muitos outros, mas lembre-se de respeitar sempre alguns conceitos básicos que foram apresentados neste texto!

28 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo