• Maria Eduarda Carneiro

5 erros mais comuns ao criar uma Identidade Visual

Atualizado: Set 6

Toda marca precisa de uma Identidade Visual para transmitir sua mensagem e se conectar com seu público. E não estamos falando apenas de logotipo, mas sim do conjunto de elementos que representam uma empresa: cores, tipografias, símbolos, formas. Para ficar mais claro: é a maneira como sua marca é lembrada!


E quais os 5 erros mais comuns que as pessoas cometem ao criar a Identidade Visual?


1. Focar em ser "bonitinha"


É claro que uma Identidade Visual precisa ser visualmente atraente, afinal, ela está totalmente ligada a visão que o público terá sobre seu negócio. Mas o erro está em considerar este o ponto principal da criação.


Não basta ter uma IDV bonita se ela não representa os valores da sua empresa, se ela é de difícil compreensão, se os elementos não remetem ao seu nicho de mercado, entre outros pontos que precisam ser considerados. Caso não tenha esse cuidado, você pode acabar deixando seu público confuso.


Não se esqueça que a Identidade Visual faz parte da estratégia da marca, por isso, ela precisa transmitir a mensagem de forma clara. Nada de entrelinhas nesse momento!



2. Copiar de alguém


Talvez você ainda não tivesse conhecimento, mas é importante lembrarmos que plágio é crime. Então, mesmo que você tenha gostado de alguma IDV que encontrou na Internet, você não pode usá-la na sua empresa e nem mesmo criar uma igual.


Também precisamos levantar outra questão, como ter uma marca autêntica e original utilizando de uma IDV que já existe e nem mesmo foi feita para você? Não esqueça do que falamos no tópico anterior sobre criar a partir dos valores da sua empresa.


É importante entender que o problema não está em buscar referências, se inspirar, mas sim em copiar algo que você gostou. Não faça isso!


3. Criar algo clichê


Ai ai... os clichês! O que mais vemos por aí são IDVs clichês que usam símbolos que já estão saturados, as mesmas cores que todos do seu nicho já usam, sem embasamento algum, nomes de empresas sem criatividade alguma, entre outras coisas que você provavelmente lembrou.


Quer alguns exemplos?

  • Escritórios de advocacia: Deusa Themis, balança, iniciais do escritório.

  • Clínicas de nutricionista: maçãs, fita métrica, halteres.

  • Escolas de balé: sapatilha, bailarina, cor de rosa.

Lembrando que não tem problema algum usar esses elementos, desde que eles sejam usados de uma forma criativa e diferente do que já foi visto. Como você pretende se destacar da concorrência fazendo a mesma coisa que todos fazem? Não tem como! Então, leve isso em consideração para criar a sua Identidade Visual. A criatividade e originalidade vão te ajudar a ter destaque!




4. Criar algo para você e não para a marca


Esse tópico é muito importante! Não tem como criar a IDV da sua marca baseado apenas nos seus gostos pessoais. Cada elemento colocado na IDV precisa ser pensado para atingir seu espectador e transmitir nele determinadas sensações.


Por exemplo:

Você vende óleos essenciais que ajudam a reduzir a ansiedade, melhoram o sono, ajudam a relaxar. Concorda que a IDV dessa marca precisa transmitir calma, tranquilidade e bem estar?


Com isso, você precisa escolher cores, símbolos, formas, que remetem a essas emoções, mesmo que não sejam do seu gosto pessoal, entende? Caso contrário, você pode criar uma mensagem oposta àquilo que você deseja.



5. Contratar um profissional amador ou fazer sozinho


É comum ouvirmos que qualquer um consegue criar uma IDV sozinho. Ainda mais hoje em dia com tantos programas disponíveis para isso. O que queremos reforçar aqui, no entanto, é que não basta apenas ter conhecimentos técnicos sobre os programas.


Para fazer as escolhas certas e ter resultados com elas, se faz necessário muitos outros estudos, como psicologia das cores, branding, marketing, entre outros. Caso contrário, você não conseguirá transmitir todo valor que sonhou para sua marca.

Esses foram os principais pontos que notamos ao conversar com clientes e amigos de profissão que já passaram por essas situações.


O que queremos que fique claro é que a criação da IDV é um processo que precisa ser feito com atenção, pesquisas e muito estudo. Por isso, vale a pena investir em um trabalho profissional, já que ela contará muito na credibilidade do seu negócio e no seu posicionamento no mercado.


Queremos te ajudar nesse processo! Entre em contato com a gente para fazer um orçamento e criar uma Identidade Visual original, criativa, autêntica e que transmita a mensagem da sua marca de forma clara. Veja aqui o nosso portfólio!








18 visualizações

Copyright © 2019 Criative Jr. Todos os direitos reservados.