• Giovana N. Storti

Ativos de diferenciação: como as marcas são lembradas?

Você já deve ter se deparado várias vezes com os slogans e as frases famosas da publicidade dentro e fora da televisão.


Quantas vezes ao ouvir a frase “de mulher pra mulher” logo completamos com “marisa”? Esses são apenas alguns exemplos do que os profissionais da publicidade chamam de ativos de diferenciação de marca. O nome parece difícil, mas o significado a gente sabe de olhos fechados, então vamos lá!


O que são ativos de diferenciação?


Empregados estrategicamente, os ativos de diferenciação são quaisquer elementos que as marcas usam e abusam no momento de fazerem suas propagandas. De uma forma geral, esses elementos servem para criar a identidade de uma marca e destacá-la no mercado, diferenciando-a dos concorrentes.


Mas calma lá! Nem todos os ativos de marca são de fato ativos de diferenciação. Para serem considerados como tal, os ativos, quando reconhecidos pelos consumidores, devem estar completamente ligados a apenas uma marca e serem inconfundíveis.


gif

Ou seja, se quando o cliente vê um elemento utilizado por uma empresa mas pensa na marca concorrente, o ativo não está atingindo seu objetivo. E é por isso que essa estratégia deve ser sempre muito bem planejada.



E por que são tão importantes?


As marcas que se distinguem fogem do tradicionalismo e ganham personalidade (que na linguagem do marketing a gente chama de Identidade de Marca). É como trabalhar para se destacar em uma multidão, é como correr para o abraço do público!


Isso é muito importante quando pensamos que nenhum produto é 100% original, pois sempre vão existir empresas semelhantes oferecendo a mesma solução. O que torna a marca única é a forma como ela se mostra no mercado e diante de seus competidores.


Com ativos estratégicos, a empresa tem a chave para atrair o público sem muito esforço e, Uma vez condicionada na mente dos consumidores, esse público vai até ela. E é por isso que é tão importante saber utilizar esses elementos, pois uma marca que não conquista o público não é lembrada.


E existem consequências?


gif

As consequências de se ter ativos de diferenciação são ótimas! Se a estratégia por trás de cada elemento for bem planejada, a marca se diferencia e ganha força, fazendo com que os enormes investimentos em campanhas de marketing compensem.


Além disso, um cliente que confia e gosta da marca, faz a propaganda por ela (o famoso marketing reverso).


Mas tome cuidado, viu? Se não for realizada uma pesquisa de mercado, de consumidor e de concorrência, todo o dinheiro gasto com marketing pode simplesmente ter o efeito contrário, e quem recebe a atenção acaba sendo o concorrente.


Agora que já aprendemos um pouquinho sobre ativos, vamos para uma definição mais concreta.


Quais são os tipos de ativos de diferenciação?


Ativos de distinção, diferenciação, separação… Os nomes são vários, mas a função é uma só: condicionar a mente do público.


Para isso, as marcas se utilizam de slogans, jingles, cores, efeitos sonoros e visuais, cheiros, embalagens de produto, tipografias, tom de voz, entre vários outros elementos.

Até mesmo as celebridades trabalham em favor das marcas, como já foi abordado aqui no blog da Cria!


Os ativos devem ser fortes o suficiente para que a logo possa ser separada dos outros elementos da empresa e a marca, ainda assim, ser imediatamente reconhecida e lembrada.


Ficou difícil de entender? Então dá uma olhada nesses exemplos!

Qual é a primeira marca que vem à mente quando lemos o famoso slogan “amo muito tudo isso”? Ou quando escutamos aquele “para pa pa pa…”? Exatamente! Estamos falando do MC Donald’s e de como ele se mostra presente de diversas formas mesmo sem mostrar a sua logo.



gif

Para muito além de meros ativos de marca, alguns elementos de distinção acabam se tornando outros produtos que trabalham como estratégia de marketing para as empresas. E foi exatamente isso que a Netflix fez com o seu famoso “tudum”, efeito sonoro da vinheta dos conteúdos originais produzidos pela empresa.


O “tudum” se tornou mais que um efeito: agora é um desafio nas redes sociais, um almanaque e até mesmo um festival!


Netflix


Um ativo de diferenciação bem criativo e planejado também foi utilizado pela marca Le Lis Blanc. Utilizando-se dos aromas, a marca desenvolveu uma fragrância típica para as suas lojas físicas. O perfume de alecrim!


Além de contribuir com a construção de uma identidade olfativa para a marca, também virou produtos como sabonetes, velas, difusores de ambiente, e muito mais.


Le Lis Blanc


Viu como elementos que às vezes passam despercebidos podem ter um significado por trás e ainda por cima causam um impacto muito grande no público?


Agora que você já sabe o que são os ativos, já pode pensar (de forma estratégica, ein!) em como sua marca pode tornar pequenos elementos em grandes ativos de diferenciação! 😉

21 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo